29 de Outubro de 2009

Familia Familia!

Isto anda muito parado!

Parece que vai haver reunião de lobos no próximo Domingo, não sei se vou estar presente, mas deixo aqui os meus parabéns á tia Adelaide!

A minha vida continua saborosa em lisboa, vou no terceiro ano do meu curso, continuo a trabalhar no Museu da Electrecidade, onde aguardo a vossa visita! Se forem breves ainda apanham uma exposição da Amália que vale a pena! E é tudo gratuito, até a minha companhia!

Contem-me das vossas!

E estou á espera de convites para almoçar!

Não se esqueçam que faço anos dia 3 de novembro, tou receptivo a prendas de qualquer tipo, seja um postal ou um beijinho ;)

Cláudio

3 de Agosto de 2009

A Laide


Este verão está uma treta!
como está muito vento para ir à praia, vou-me entretendo com estas "mariquices"!

9 de Maio de 2009

25 de Abril

O 25 de Abril de 1974 que vivi, foi um tempo de exaltação, de sortilégio e de esperança.

Emigrado na então República Federal da Alemanha, desde Janeiro de 1973 vivia ainda cheio de interrogações sobre o futuro, mas convicto de que só a saída do país de então mo permitia começar a projectar.

Isento de convicções políticas, mas marcado pelo sofrer das injustiças, era impossível não me interrogar sobre o porquê da riqueza e ostentação quando, como milhares, vivia a penúria. Sobre o porquê da guerra colonial quando pelas fissuras da barreira propagandista do regime fascista, se pressentia a razão e justeza da luta daqueles povos.

A pátria era madrasta, as mudanças impunham-se à consciência das pessoas. A alvorada de liberdade e da democracia rasgou fronteiras, chegou com ímpeto às comunidades emigrantes, a alegria e entusiasmo que sabíamos estar a viver-se no nosso país, arrebatou-nos e de cabeça erguida confirmámos aos nossos companheiros alemães das fábricas que sim senhor, Portugal não era uma província de Espanha, era um país soberano, livre e democrático. Sentimos um irreprimível orgulho da nossa condição de portugueses, da nossa identidade.

Iamos sabendo das mudanças que a revolução de Abril operava, e a sua força era tanta que a distância em vez de condicionar, parecia dar-nos o sentido mais ponderado da sucessão dos acontecimentos, partilhar deles e aplicá-los à realidade da emigração. E debatemos, discutimos, filiámo-nos partidáriamente, criámos organismos representativos das comunidades emigrantes portuguesas para defesa dos seus direitos, e constituímos colectividades, através das quais transmitíamos ao povo alemão a nossa cultura e a nossa história.

As vindas a Portugal passaram a ser mais frequentes, e os termos de comparação com as realidades dos países de acolhimento, confirmavam-nos os progressos que o país ia vivendo
Regressei definitivamente no ano de 1990 e então já conhecedor de algumas realidades locais, vivia a reintegração de forma entusiástica, por efeito da dinâmica politica local, é verdade, mas também porque me sentia identificado com Setúbal e as suas gentes, pela forma desassombrada e leal com que de tudo se falava e decidia, e particularmente com as singularidades desta região periférica que é a freguesia do Sado, marcada pela convivência ainda hoje nem sempre consensual de gente oriunda do Algarve, Beira Interior e Alentejo.

A Freguesia do Sado, freguesia de Abril porque a revolução a criou, nasceu cresceu e emancipou-se. Os eleitos locais desde logo interpretaram claramente o sentir e os anseios desta população. As forças políticas de esquerda são desde sempre largamente maioritárias, e responsáveis pelo desenvolvimento social e económico que a região conhece desde o 25 de Abril de 1974. A vontade e querer dos eleitos radica, - e que disso não hajam quaisquer dúvidas, - nas condições criadas com a revolução, pela instauração da democracia, e pelo exercício da liberdade.

Freguesia multifacetada, mantém, 24 anos depois da sua criação, muitas das características identitárias iniciais, que resultam do movimento migratório interno de pessoas que por razões económicas aqui se radicaram. É também uma das suas riquezas, o que torna o exercício da vida autárquica e democrática mais empolgante, já que por comparações, hábitos e perspectivas diferenciados, os eleitos obrigam-se a equacionar mais hipóteses, a confrontar mais opiniões, a dirimir diferentes prioridades, num processo de enriquecimento político e social que valoriza os resultados obtidos e o progresso alcançado.

Abriram-se e consolidaram-se caminhos, reabilitaram-se vias públicas, construíram-se passeios, criaram-se espaços verdes, alargou-se a rede de saneamento e dotou-se toda a freguesia de água pública, numa actividade ininterrupta de melhoria da qualidade de vida, simultânea à recolha e transporte de monos e detritos, à varredura das ruas, à monda de ervas, à manutenção dos edifícios escolares. Isto tem um nome: DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS. E tem um paradigma: faz melhor quem está mais perto. E tem objectivos: aproximar os eleitos dos eleitores, num processo de democracia participativa. E tem uma matriz: CONQUISTAS DE ABRIL.

8 de Maio de 2009

Museu da electricidade

Olá a todos! Sou um dos novos guias do museu da electridade, atrás está a ponte, à frente está belém, no museu estou eu à espera de vos receber e mostrar a nossa acolhedora casa!

Até já

Cláudio

21 de Abril de 2009

Primavera


Avida às vezes é ingrata
mas quem souber bem buscar,
em qualquer canto por aí
coisas lindas há-de achar.

E digam lá
se são ou não
uns amores,
estas lindas flores
que eu colhi por aí,
e que momento bonito
que convosco reparti!

17 de Abril de 2009

O NOSSO TOINO!

És tão genuíno e "nosso" que era até "pecado" não ter-mos aqui esta tua magnifica imagem.

16 de Abril de 2009

Vai de Roda

Estou a envolver-me,começo a sentir uma doce sensação por estar no grupo,partilhar estes diálogos cibernautas.
Será do vento?Da ode marítima?Do brilho das estrelas?Do cheiro a alecrim?Do cantar da serra?
Das saudadades não é concerteza,e a amizade não se manifesta assim.
Do amor é que é concerteza. Porque a intensidade é grande, as mãos tocam-se,os olhos brilham,os abraços são da dimensão das dintancias. Há...é do amor sim.

ou este?


pronto!


também já tenho uma foto agrada-vos?ou preferem esta?

15 de Abril de 2009

mnfdççfg

14 de Abril de 2009

Até que enfim
Até que enfim que consigo deixar o meu comentário para a «maior» família cá de Portugal os lobos claro!saúdo-vos a todos com muito amor e carinho pois são a minha razão de viver,vocês e o meu maridão,claro está! beijocas e até á proxima

13 de Abril de 2009

QUE RICAS!

QUE RICAS SOBRINHAS NETAS QUE EU TENHO
A VERINHA E A TICHA.

11 de Abril de 2009

Danças Barrocas


Caríssimos,

nos dias 25 e 26 de Abril tocarei no Workshop de Danças Barrocas organizado pelo CCB e orientado por Catarina Costa e Silva.



Sessões (1h30 de duração):

11h e 17h - dos 5 aos 15 anos

14h e 19h - a partir dos 16 anos



Local: Fábrica das Artes (Jardim das Oliveiras) - CCB



Venham participar e entrar no estilo e espírito do século XVIII!

Até breve!!

Diana

10 de Abril de 2009

Boa Páscoa à Família Lôbo


QUE O DOCINHO DAS MINHAS AMÊNDOAS RESISTA NAS VOSSAS BOCAS ATÉ À PRÓXIMA PÁSCOA!

7 de Abril de 2009

Antagon Teatro de Rua

Hallo famlega...

...agora vivo em Frankfurt com uma companhia de Teatro de Rua - ANTAGON - em comunidade... e este ano avisinha-se passar por esta experiencia...

...andamos em ensaios intensivos para depois preparar a tourneé pela europa e arredores.

mais informacoes em:

www.antagon.de
www.protagon.net

Grandes abracos
Sergio

O melhor da vida é constantemente surpreendermo-nos.

6 de Abril de 2009

As 3 cachopas


Foto tirada no dia 1 de Novembro de 2003.

Mana Etel

Vê-se mesmo que tens vagar e paciência para fazer aquelas coisas tão giras no computador!
Gostei de todas! Tens jeito!
Faz mais que eu cá estarei para as ler e com isso recordar os pais e deitar mais umas lágrimas de saudade!

Beijinhos, São.

9 de Março de 2009

Jú-Jú



Que rico dia que faz lá fora, mas eu já tive uma daquelas "caganeiras"!

6 de Março de 2009

Ei-la!




Foto tirada em 1972.




MARIA ROSA


TINHA AQUI 55 ANOS.

HOMENAGEM À MÃE


6 de Março de 1995-------6 de Março de 2009

Foi hà 14 anos que faleceu a nossa mãe.

Foi uma mãe tão querida que é impossível esquecê-la. Está sempre no meu coração e creio que também nos vossos, por isso aqui estou a recordá-la com muita saudade. Também assim como a Laide e a Júlia.

23 de Fevereiro de 2009

Perfeito!

Nunca vi nada tão perfeito!!
Interpretação, afinação, emoção... e tudo isto é conseguido com um pequeno toque de humildade!

Gravem este nome na memória: Cecilia Bartoli

http://www.youtube.com/watch?v=Z2bvr_MTpbU

Tomem lá música!

Alô Família!!

Envio aqui o link de um vídeo que encontrei no youtube com óptima música!!

Espero que gostem tanto quanto eu!

http://www.youtube.com/watch?v=U67EHW13-kY&feature=related

19 de Fevereiro de 2009

Equador

Aprendi à pouco as escalas em Matemática. fui ao meu livro de história do 5º ano procurar um planisfério (com escala) Medi a linha do equador e depois de algumas contas descobri quanto mede esta linha na realidade! Mede aproximadamente 77000 Km! E, pensando um bocadinho, não muito, mesmo quase nada, chega-se à conclusão que também descobrimos o diâmetro do planeta Terra.

Há mais! a torre dos clérigos mede aproximadamente 84 metros!

isto das escalas é a coisa mais fácil do mundo!

17 de Fevereiro de 2009

Tá ma agradar...


Estou a gostar desta "coisa". Como o pai perguntou daquela vez à freira: t`agradar? E depois ... Parece-me bem que tát´agradar!... Eu confirmo. Está a agradar-me este meio de nos manter-mos em contacto, criado pelo nosso sobrinho Cláudio. Obrigada a ele.

10 de Fevereiro de 2009

Bom Dia Alegria


Guten Morgen Lobos...

O grande claudio lá criou o lobosblog muitos parabens... e em relacao ao tema "jardim" apenas queria contar uma estoria, um Guru na India disse-me:

Se queres ser feliz por um momento bebe uma cerveja...
Se queres ser feliz para uma semana mata um porco...
Se queres ser feliz por muito tempo... planta um jardim...


...pensa um momento...


...e como toda a vida tem um elo de ligacao... "tempos" mais tarde uma velhinha sra. nos montes nevosos da suica contou-me :

A mama terra é como nosso subconsciente, aceita o que lhe damos e daí faz florescer... ou seja quando temos pensamentos negativos (semente daninha) "semeamos" no nosso subconsciente e ele ,como um pedaco de terra ,apenas faz nada mais do que o florescer o que lá possemos...

Conselhos:

Planta um jardim no teu quintal com bonitas flores, menor energia e renovavel...
Planta no teu subconcisente pensamentos positivos e daí crescerá momentos positivos...

...fazemos parte de um todo...
Abracos abracos...
Sergio

9 de Fevereiro de 2009

Férias

Hoje é o meu primeiro dia de férias, durante esta semana vou estar livre de quaisquer compromissos escolares, segunda feira começa o segundo semestre e volto a minha vida de estudante!

Para quem não sabe, frequento o segundo ano do curso de Energia e Ambiente na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, são cinco anos no total.


Se quiserem pôr uma coisa destas no vosso quintal....





....podem vir falar comigo!

Cláudio Augusto

Inauguração!

Bem vindo ao blogue da família lobo, a ideia é fazer dele um instrumento que nos permita manter em contacto, saber novidades uns dos outros, partilhar histórias antigas, memórias, fotografias, o que a imaginação permitir!

abraços!

Cláudio Augusto